Hemocentro capta doadores entre colaboradores do “Hélio Angotti”

24/01/2012 09:12

 

Colaboradores do Hospital “Dr. Hélio Angotti” receberam nesta segunda-feira (23/01) instruções de integrantes do Serviço de Captação do Hemocentro Regional de Uberaba. A intenção é conseguir doadores sangue e medula óssea e multiplicadores da captação, explicaram Carlos Antônio Ribeiro Freitas e Ieda Alves de Souza.
Os representantes do Serviço de captação se revezaram nas instruções apresentadas por meio de vídeo e folhetos explicativos sobre o serviço prestado pelo Hemocentro, que é representante local da Fundação Hemominas. (
www.hemominas.mg.gov.br), órgão do Governo do Estado.
Pacientes atendidos no Hospital “Dr. Hélio Angotti” estão entre os beneficiados pelo serviço de captação e armazenamento de sangue desenvolvido pelo Hemocentro de Uberaba que atende também diversos municípios da região.

Saiba os critérios básicos para doação de sangue*
 
Quem pode doar

• Pessoas entre 16 e 67 anos. Mas, atenção: se o candidato à doação de sangue tem entre 16 e 17 anos ou mais de 60 anos, é  importante conhecer as Normas e documentos necessários para doação de sangue. Os demais critérios são válidos para todos.
• Quem tem e está com boa saúde; 
• Quem pesa acima de 50 kg; 
• Quem dorme bem na noite anterior à doação; 
• Mulheres, mesmo se menstruadas ou em uso de anticoncepcionais.

Quem não pode doar

• Quem teve hepatite após os 11 anos de idade, exceto se tiver comprovação laboratorial da época de que se tratou de hepatite A (IgM positiva). 
• Quem tem exposição a situações de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis; 
• Quem teve gripe, resfriado ou diarreia nos sete dias anteriores à doação; 
• Quem ingeriu bebida alcoólica nas últimas 12 horas anteriores á doação; 
• Quem usou ou usa drogas injetáveis; 
• Quem apresenta ferimento ainda não cicatrizado; 
• Quem estiver grávida ou em período de amamentação; após o parto normal é necessário aguardar três (3) meses; após cesárea, seis (6) meses; 
• Quem fez qualquer exame por endoscopia nos seis (6) meses anteriores à doação; 
• Quem fez cirurgia por laparoscopia nos seis (6) meses anteriores à doação;
• Quem fez tatuagem nos últimos 12 meses anteriores à doação. 
• Quem fez ou faz tratamento dentário (a pessoa pode ser impedida de doar por um período de 1 a 30 dias, conforme o caso).

Lembrando que:

• Não se deve doar sangue em jejum. Pela manhã, alimentar-se antes; à tarde, dar um intervalo de três (3) horas após o almoço.

*Fonte: Fundação Hemominas

Jornalista Paulo Ferreira - Assessoria de Imprensa
Hospital Dr. Hélio Angotti - (34) 3318-9800 – Ram. 9913
Cel.: 9676.0297 – 
imprensa@helioangotti.com.br
pferreirajornalista@hotmail.com (MSN)